DESTAQUE

Especialista diz que extraterrestres podem ser fofinhos e sem intenção de nos devorar

Por
07 de Outubro de 2021
Alienígenas... fofinhos?
Créditos: CBS Photo Archive

O zoólogo Arik Kershenbaum diz que é improvável que alienígenas se pareçam com humanos. Um ser com alguns membros extras, como uma aranha, pode ser uma criatura espacial mais bem-sucedida.

Esqueça Predadores e Aliens – alienígenas reais são mais propensos a serem criaturinhas fofinhas, avalia um especialista. O zoólogo doutor Arik Kershenbaum avalia que não temos a menor ideia de como os alienígenas realmente serão. Mas ele diz que os alienígenas imaginários mais realistas são provavelmente microscópicos, como as bactérias do filme de Michael Crichton, O Enigma de Andrômeda.

E se eles forem maiores, podemos ficar chocados – já que é mais provável que pareçam um Pingo fofinho de Jornada nas Estrelas. O professor universitário e membro do Girton College, da Universidade de Cambridge, disse: “Se eu tivesse que escolher um alienígena plausível, suponho que optaria por Pingos. Eles não parecem ter nada de particular sobre eles que seja irreal. Eles comem, se reproduzem... o que mais você precisa?”

A maioria dos alienígenas na ficção científica e na tradição ufológica têm dois olhos, dois braços e duas pernas, como os notórios grays de muitos relatos de abdução alienígena. Mas o doutor Kershenbaum – que escreveu The Zoologist’s Guide to the Galaxy – acha que um alienígena com mais alguns membros pode ter uma vantagem significativa. Ele diz: “A simetria é definitivamente uma grande vantagem para os animais ou para qualquer criatura que se mova.”

“É uma coincidência termos apenas duas mãos. Nós evoluímos de peixes que tinham quatro nadadeiras e precisávamos manter dois membros para caminhar. Se aquele peixe tivesse seis ou oito nadadeiras, e pudesse ter mantido dois membros para se movimentar e tivesse mais braços para manipular as coisas – então poderíamos achar muito mais fácil construir naves espaciais.”


Mesmo inteligentes e desenvolvidos tecnologicamente, Kershenbaum duvida que sejam parecidos conosco.
Fonte: Pinterest

Ele acha que existem muitos “designs” corporais que poderiam funcionar para uma criatura inteligente, incluindo “(...) vermes, peixes e aranhas” e que há “(...) muitas maneiras de obter essa vantagem sem se parecerem conosco.” Quando se trata de alienígenas mortais como o Predador ou o Xenomorph da franquia Alien, ele diz que é muito improvável que eles consigam se espalhar para fora de seu planeta natal.

Assim, estamos bem protegidos de invasores alienígenas que podem querer cultivar humanos para obter alimentos, já que qualquer civilização que tenha a tecnologia para viagens interestelares também terá descoberto como escolher algo para comer no caminho. O doutor Kershenbaum acrescentou: “Digamos que um dia desenvolvamos a tecnologia para viajar entre as estrelas. Vamos levar vacas e galinhas conosco? Claro que não.”

Infelizmente, embora ele pense que quaisquer alienígenas inteligentes provavelmente seriam amigáveis, a chance de encontrá-los é quase infinitamente pequena. Ele diz: “O espaço é grande, mas o tempo é ainda maior. Não tenho dúvidas de que civilizações tecnológicas surgirão na galáxia, ou surgiram no passado, mas podemos simplesmente não as encontrar. Afinal, se não controlarmos as mudanças climáticas, nossa própria civilização pode não existir por muito mais tempo. Temos tecnologia de rádio há apenas 100 anos. Se formos extintos depois de transmitir para o espaço por apenas algumas centenas de anos, ninguém vai nos notar. E talvez seja por isso que não notamos mais ninguém.”

Fonte

Já está no ar a Edição 285 da Revista UFO. Aproveite!

Junho de 2021

Quando eles são hostis aos humanos