DESTAQUE

Autoridades confirmam avistamentos de “drones” sobre instalações nucleares suecas

Por
18 de Janeiro de 2022
Avistamentos de luzes sobre usinas nucleares suecas ecoam os vivenciados por outras autoridades, como as militares norte-americanas.
Créditos: Shutterstock

Autoridades na Suécia confirmaram uma série de avistamentos de luzes que ocorreram perto de várias instalações nucleares no final da semana passada. A Autoridade Policial Sueca diz que lançou uma investigação nacional sobre os incidentes, que ocorreram na sexta-feira, 14 de janeiro, e considerou os eventos como “extremamente graves.”

O primeiro avistamento do que foi inicialmente considerado um “drone” foi relatado aproximadamente às 20h, horário local, do dia 14 de janeiro, por um segurança da usina nuclear de Forsmark, localizada ao longo da costa leste da Suécia, cerca de 110Km ao norte de Estocolmo. A polícia respondeu imediatamente à área, e a porta-voz, Petra Blomqvist, disse que os policiais no solo e em um helicóptero confirmaram visualmente que uma aeronave não identificada estava operando perto da usina nuclear. Pouco depois de ser visto pela polícia, a luz começou a viajar para o leste antes de finalmente desaparecer perto da ilha de Gräsö.

“Vimos uma luz, ou drone, tanto do chão quanto do ar. Então nós o perdemos. Não está claro o que aconteceu”, disse Blomqvist à agência de notícias sueca Aftonbladet. “Não há indicação de que tenha caído ou aterrissado.”  No mesmo período do avistamento em Forsmark, a polícia disse que luzes não identificadas semelhantes foram vistas voando perto de várias outras instalações nucleares suecas, incluindo as usinas de Oskarshamn e Barsebäck.

Também houve relatos adicionais de avistamentos perto da usina nuclear de Ringhals, localizada na costa oeste da Suécia. A emissora de televisão pública nacional SVT postou um vídeo capturado por um motorista de uma luz brilhante, supostamente voando próximo da usina nuclear de Ringhals por volta das 20h30, horário local, em 14 de janeiro. Segundo a SVT, por volta do mesmo horário em que o vídeo foi capturado, um segurança de Ringhals notificou a polícia de que viu o que parecia ser um drone na área.


Assista acima à filmagem de um dos supostos drones perto da usina nuclear.
Fonte: SVT

A polícia respondeu às chamadas perto da usina de Ringhals no solo e de helicóptero. No entanto, disseram que não conseguiram localizar nenhum drone operando na área naquele momento. As autoridades não divulgaram nenhuma informação sobre que tipo de drones podem ter sido usados para sobrevoar esses espaços aéreos altamente protegidos na semana passada. Relatos da mídia local citaram a polícia dizendo que os drones “devem ser de um modelo maior” para suportar os ventos fortes que sopravam na área durante o período dos avistamentos. De acordo com o Weather Underground, a velocidade do vento era de aproximadamente 40Km/h, com rajadas de até 70Km/h, ao longo da costa leste da Suécia. Nenhum drone convencional resistiria a tais ventos.

Os avistamentos ocorreram um dia depois que o Ministério da Defesa sueco anunciou que estava aumentando sua visibilidade militar na ilha de Gotland, em resposta às embarcações russas vistas operando no Mar Báltico. A Suécia não é membro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), mas mantém laços estreitos com a aliança militar, que tem estado no limite recentemente devido a ameaças de uma invasão russa da Ucrânia.

De acordo com a Autoridade Policial Sueca, investigações preliminares sobre os avistamentos de drones estão sendo conduzidas pela polícia regional. Como alguns deles ocorreram a quase 700Km de distância, as autoridades dizem que as investigações serão coordenadas pelo Departamento Nacional de Operações da Polícia Sueca. Elas se recusaram a comentar mais sobre a investigação em andamento, além de reconhecer que os avistamentos permanecem um mistério.  “Não temos suspeitos no momento para isso, e não tenho indicações de quem ou o que poderia ser suspeito agora”, disse a porta-voz da polícia Petra Blomqvist.

Fonte

Já está no ar a Edição 286 da Revista UFO. Aproveite!

Novembro de 2021

Os segredos ufológicos do Pentágono